Saturday, May 27, 2006

agronegó$$io

Todo ano as mesmas cenas, estradas interrompidas, tratores em Brasília, gritaria, autovitimização, lamúrias e exigências em tom de chantagem ao país, do tipo: ou nos atendem ou passarão fome! Tudo isso com apoio da imprensa liberal-sanguessuga que também é adepta da máxima capitalista tropical "privatizemos os lucros, estatizemos os prejuízos, e viva a livre iniciativa!". Aí eu ligo a TV (por que ainda insisto ??)e aparece a Ana Amala sem alça Lemos, meia dúzia de sempre-os-mesmos produtores rurais transgênicos vale-tudo por dinheiro e o governador coraçãozinho, garoto propaganda de desertos verdes, chorando e exigindo dinheiro em uníssono. Então, o governo federal perdoa dívidas e libera mais alguns bilhões. O que eles fazem em seguida? Criticam o governo, se dizem insatisfeitos e juntam seu dinheirinho(ão) para investir na próxima campanha eleitoral, na direita, é claro.
Me pergunto o seguinte, se é para nós, bagaceiros cidadãos da república do latifúndio chorão pagarmos sempre o preço e os lucros dessa gente, por que então não darmos um passo atrás em direção ao comunismo mais tosco possível e estatizar o campo?? Pronto, tipo fazendas coletivas mesmo. Assim, pelo menos, não estarei sustentando particulares endinheirados com mau gosto musical e suas associações e sindicatos escrotos.

Monday, May 22, 2006

puritanos e piratas

Imperdível o artigo "Quem nada faz, em nada erra?" de Jean Sharlau no www.olobo.net
Ele escreveu tudo o que eu queria ter escrito, mas não o fiz por falta de tempo e, principalmente, talento.

Sunday, May 14, 2006

Pândegos da Direita


No ótimo blog RBS mente (rbsmente.blogspot.com), o autor dedica um post ao chargista Marco Aurélio, pois bem, eu gostaria de dedicar este aqui para o Iotti. O Iotti, na minha opinião, é coisa pior. Não que o Marco Aurélio não seja um tanto medíocre, mas o Iotti é tudo que um cartunista não deve ser.
Até um tempo atrás, ele vinha bem com seus personagens da colônia italiana, Radicci e família, um humorzinho simples e saudável. Então inventou (ou foi inventado) de fazer charges políticas. Fodeu! Sempre conservador e portador de um anti-petismo primário, segue a cartilha e os gostos dos chefinhos à risca e faz isso desde a última eleição.
Nada pior do que cartunista chutador de cachorro morto, ou seja, aquele que não gera polêmica, que não se adianta aos fatos, que não mostra com acidez dos impasses por trás das manchetes. Iotti não faz isso porque passa todo o tempo ajudando a blindagem do vergonhoso governo Rigotto (em quem certamente votou, direito dele) e criticando o governo federal e o PT por amplificação das versões mais escrotas e partidarizadas que circulam na grande mídia. Agora, deu para se manifestar sobre o momento que vive a América Latina e, adivinhem suas opiniões? As mesmas de um Arthur Virgílio ou algo que se assemelhe: Lula é um fraco ingênuo, a política externa brasileira é imcompetente, Evo Moralez e Chavez são populistas malucos. Claro que Iotti não está fazendo o que faz diariamente só pelo seu talento como desenhista, já que crítica e politicamente é comparável a um cartunista de grêmio estudantil. Ele está onde está pelo mesmo motivo que faz com que ZH não contrate um ombudsman, que tenha mantido José Barrionuevo (Arrgh)por tanto tempo juntamente com Mendelski (Arrgh2), que apóie os desertos verdes e os transgênicos, demonize os movimentos sociais etc.etc.etc. O motivo é simples e todos já sabem ou deveriam saber, por isso repito: não há RBS, há P-RBS; partido extra-oficial de direita, mas não por isso menos influente em nossos destinos; muitas vezes, ocorre justamente contrário. Abaixo do belo, necessário e inegociável guarda-chuva da defesa da liberdade de imprensa, também se esconde esse tipo de empresa predadora das verdadeiras práticas democráticas. E, sob as ordens dos seus donos (que certamente não são os assinantes, como eles gostam de anunciar), pululam os pândegos da direita, alegres por cumprirem com seu dever diário. Ah, antes que eu esqueça, cartunistas bons, há muitos. Que tal Angeli? Só para citar o capitão do time.

Saturday, May 06, 2006

morte e vida


Semana marcada por algumas mortes. François Zourabichvilli, proeminente professor e filósofo deleuziano, faleceu em circuntâncias trágicas. Em verdade, já faz quase duas semanas, mas a notícia chegou há poucos dias. Também o querido colega de faculdade e de psiquiatria Ricardo Tavares inesperadamente se foi. Houve ainda outras notícias de tipo indesejado.
Vão com os anjos, amigos mais próximos ou amigos desconhecidos ...
Por aqui, continuaremos a dar pernada a três-por-quatro, afinal, a alegria pede eternidade.

Monday, May 01, 2006

Nada Novo Debaixo do Sol








1-Garotinho inicia greve de fome:populismo de terceira, ultrapassando os limites do ridículo.

2- Rigotto concorre à reeleição: o óbvio, já tendo sido dito à exaustão pelo PT gaúcho há meses. Seria lamentável ter de suportá-lo por mais quatro anos. Felizmente, mesmo conhecendo a miséria mental dos espectadores do espetáculo triunfante (aí, Katarina, essa foi pra ti!), acredito que um pouco de luz vai brilhar na cabeça da maioria dos eleitores gaúchos mais uma vez, como brilhou há oito anos atrás (na última vez em que tico e teco conversaram).

3- Veja e RBS em campanha: Veja, também conhecida como "Óia!", continua sua campanha contra tudo e todos, menos contra o PSDB, é claro. Com relação ÀS FALCATRUAS de SEU PARTIDO e seu candidato, assim como qualquer notícia desabonatória, silêncio total. Já a "nossa" RBS-tv e o jornal que "pertence ao leitor" (sic), iniciaram a campanha pela reeleição de Rigotto em grande estilo ao mesmo tempo em que, permanentemente, acariciam as costas (para não ser grosseiro) da Aracruz e demonizam os movimentos sociais.

A questão é a seguinte: Qual é a novidade??
Nenhuma. Nada novo debaixo do sol.
Ah, claro, não poderia deixar de lembrar, o PT decidiu que pode fazer aliança até com Belzebu em carne, osso e chifres para tentar garantir a reeleição de Lula. Realmente, pelo menos por enquanto, nada mudou.

foto: Manuel Vieira.